Yoga Karma

Princípios do Yoga Karma

Princípios do Yoga Karma

 

"Karma Yoga é a devoção altruísta de todas as atividades internas e externas como um sacrifício ao Senhor de todas as obras oferecidas para o eterno como Mestre de todas as energias e austeridades da alma"

Bhagavad Gita

 

Os principais componentes que determinam se uma ação pode ser descrita como Karma Yoga

Atitude Correta

Mais do que o que você faz , é a atitude durante a ação que determina se uma tarefa é um trabalho de karma yoga, ou seja,  um trabalho voluntário desinteressado ou compulsório. Para Swami Sivananda o trabalho voluntário ensina-nos a "dar as mãos para trabalhar e manter sua mente fixa nos pés de lótus do Senhor."

Motivação adequada

Mesma atitude. Mais do que o que é feito, o motivo real por trás, é o que deve ser considerado. O motivo deve ser puro. Swami Sivananda diz: "O homem, geralmente planeja conseguir frutos antes de iniciar qualquer tipo de trabalho. A mente é tão estruturada que não pode pensar em qualquer tipo de trabalho sem remuneração ou recompensa. Um homem orgulhoso (com soberba) não pode fazer nenhum trabalho. Apenas pesará trabalho e dinheiro em uma balança. O trabalho desinteressado é desconhecido para ele".

Fazer o seu dever

Muitas vezes, o "dever" é referido a "correção". Incorrerá em demérito se evitar o seu dever. Seu dever é a Deus, ou ao Ser, ou ao Mestre Interior que lhe ensina através de circunstâncias de sua vida quando elas surgem.

Fazer o melhor que pode

Faça o que fizer, faça o melhor que puder. Se você sabe a melhor maneira de servir, você deve aplicar. Não pare, por medo de esforço ou críticas. Não trabalhe de maneira descuidada só porque ninguém está olhando, ou porque você sente que a tarefa não é para você. Dê o seu melhor. Tente realizar ações que podem trazer o máximo de bondade e o mínimo de maldade. Pratique Karma Yoga mais e mais.

Renúncia resultados

Deus é o criador. Você não é o criador, você é apenas o instrumento. Você não sabe as intenções de Deus ou dos seus planos. Deus é o ator. O Ser nunca atua, se modifica. Apenas as Gunas, que são as três qualidades, estão jogando. A maneira de perceber essa verdade é trabalhar constantemente para o bem do próprio trabalho e longe dos resultados, bons ou maus. É o desejo de ação que compromete o indivíduo. É o desapego da ação que dilui as sementes cármicas. Desapego dos resultados também significa desapego ao próprio trabalho. Nenhuma tarefa é melhor ou pior do que outra tarefa diferente. Não se apegue ao seu trabalho. Esteja pronto para sair do seu trabalho, se necessário.

Servir a Deus ou ao Ser em tudo

Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você. Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Adaptar-se, ajustar-se, acomodar-se. Suporta o insulto, suporta a ofensa. Unidade na Diversidade. Somos parte do corpo. Pratique a humildade de agir. Cuidado com poder, fama, nome, orgulho, confiança.

Seguir a disciplina da tarefa

Cada trabalho é um professor de algum tipo. Você pode aprender habilidades diferentes desempenhando funções diferentes. Cada trabalho tem exigências diferentes em termos de tempo, concentração, habilidade, experiência, entrega emocional, energia física ou vontade. Busca tentar realizar bem qualquer tarefa que você está fazendo.